Cirurgia Oral

Medicina Dentária

Sobre

Cirurgia Oral

É uma das áreas mais abrangentes da Medicina Dentária que se dedica à prevenção, diagnóstico e tratamento cirúrgico de lesões e patologias, na cavidade oral e estruturas anexas.

Dentro dos procedimentos mais comuns desta área temos: as extrações dentárias de dentes que já não são viáveis manter na cavidade oral (por uma lesão de cárie ou por falta de suporte ósseo por exemplo, ou por falta de espaço na arcada), de dentes inclusos e de dentes supranumerários, cirurgia endodôntica – apicectomia, cirurgia periodontal (aos tecidos em redor do dente), cirurgia quística ou tumoral, cirurgia pré-protética (prepara os maxilares para a colocação de uma prótese dentária), implantologia, cirurgia de lesões infeciosas e traumatologia oral.

Após uma cirurgia oral vai ter dor?

Com a evolução da medicina dentária, há cada vez mais conforto, após este tipo de intervenções.

O trauma provocado pelos procedimentos cirúrgicos existe, mas pode ser minimizado e a terapêutica medicamentosa aplicada é adaptada a cada situação.

É, também, importante manter os cuidados pós-cirúrgicos recomendados para que possa voltar rapidamente à sua rotina normal

Cuidados que deve ter após uma cirurgia oral

– Se lhe for aplicada uma compressa na boca, deve mantê-la no local durante 30 minutos e não deve cuspir nem falar com a compressa na boca;

– Evitar comer, enquanto estiver anestesiado;

– Manter uma alimentação mais mole/líquida e fria, nas 24-48h após o ato cirúrgico (por ex: sopa, gelatina, batidos, iogurtes, gelados) e evitar alimentos pequenos que possam ficar retidos na zona operada (por exemplo sementes);

– Nas primeiras 24h, aplicar gelo no rosto sobre a área da cirurgia, em intervalos de 10 minutos, alternados com 10 minutos de pausa;

– Até remover a sutura (os pontos) ou durante 7 dias, deve evitar o esforço físico/trabalhos pesados, a exposição solar e outras fontes de calor;

– Não deve fumar essencialmente nas primeiras 24h, idealmente durante os 7 dias seguintes à intervenção;

– Evitar fazer movimentos de sucção (por exemplo beber por uma palhinha);

– Dormir com uma almofada mais alta de maneira a permitir uma elevação da cabeça e não dormir de lado sobre a área intervencionada;

– A escovagem dos dentes e da língua deve ser feita normalmente, com exceção da área operada. Esta deve ser escovada com uma escova mais macia (escova cirúrgica) ou não ser escovada por um período de tempo;

– Após 24 h da cirurgia, bochechar durante 1 minuto, 2 a 3 vezes ao dia, com um elixir antisséptico ou aplicar gel antisséptico, prescrito pelo seu Médico Dentista.

O que é normal após uma intervenção cirúrgica?

– Edema (inchaço);

– Trismo (contratura muscular que limita a abertura da boca);

– Hematoma (pisado);

– Dor, mas que é controlada com a medicação prescrita.

Se tiver uma hemorragia que persiste após um ato cirúrgico, o que deve fazer.

É normal, nas horas seguintes à cirurgia, sentir um ligeiro sangramento, no entanto, se verificar que a hemorragia é abundante, deve colocar uma ou mais compressas esterilizadas, dobradas em 4, e exercer compressão com os dentes até a hemorragia se encontrar controlada.

Nestas situações, colocar gelo na face e evitar deitar-se, pois também ajuda no controlo da hemorragia. Se a hemorragia perdurar, deve contactar o seu médico dentista.

Consulta

Marque a sua consulta

conheça

Outras Especialidades

Saúde Oral em Idosos

Endodontia

Terapia da Fala

Fisioterapia e Osteopatia

Branqueamento

DTM – Disfunção Temporo-Mandibular